Previna-se, Câncer do colo do útero

O câncer do colo do útero, também chamado câncer cervical, é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano – HPV (chamados tipos oncogênicos).

A infecção genital por esse vírus é muito frequente e na maioria das vezes não causa doença. Em alguns casos, ocorrem alterações celulares que podem evoluir para o câncer. Essas alterações são descobertas facilmente no exame preventivo (conhecido também como Papanicolau), e são curáveis na quase totalidade dos casos. Por isso, é importante a realização periódica do exame preventivo. O câncer do colo do útero, também chamado câncer cervical, é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano — HPV (chamados tipos oncogênicos).

A infecção genital por esse vírus é muito frequente e na maioria das vezes não causa doença. Em alguns casos, ocorrem alterações celulares que podem evoluir para o câncer. Essas alterações são descobertas facilmente no exame preventivo (conhecido também como Papanicolau), e são curáveis na quase totalidade dos casos. Por isso, é importante a realização periódica do exame preventivo.

Nesse cenário, o exame de Papanicolau é de grande importância, principalmente para detectar precocemente as lesões que precedem o câncer de colo do útero (displasias) e indicar o melhor tratamento antes do seu desenvolvimento. Esse teste também pode detectar alterações que indicam a presença nas células do HPV (vírus do papiloma humano), o mais importante agente causador do câncer do colo uterino.

O teste de Papanicolau deve ser realizado pelo menos uma vez por ano, por todas as mulheres desde o começo da atividade sexual, até os 70 anos.

O exame é simples, rápido e pode no máximo provocar um pequeno incômodo. Ele é realizado com a coleta de um raspado de células que revestem a superfície do colo uterino. Essas células são examinadas no microscópio pelo médico patologista ou sob sua supervisão para checar se há alguma alteração.
Prevenir é sempre a melhor escolha.

#marçolilás #cancercolodeutero #prevencaodocancer #saude #medicamentos #oncologia

fonte: Inca

Deixe um comentário